Gênesis 24

Olá meus queridos, oro por vocês neste momento:

Que o Senhor os abençoe agora onde estiverem tirando todo impedimento que tem roubado o desejo de buscar a Deus e compreender Sua Palavra. Em nome de Jesus!

Hoje falaremos de Romance.

Romance – Obediência – Generosidade

VOCÊ ESTÁ DISPONÍVEL PARA DEUS?

Oremos: Senhor, cuida do meu coração hoje mais uma vez.
Sabedoria é o que eu te peço! Sabedoria para lidar com o mundo aqui dentro de mim e o mundo lá fora. Sabedoria pra te amar mais que todas as coisas e ao meu próximo como a mim mesmo. Sabedoria para servir e semear o respeito a quem nada tem a me dar. Sabedoria para permanecer quando tudo quer me abalar.
Fala comigo hoje! Em nome de Jesus, Amém.

Ontem falamos de luto. Falamos da morte de uma mulher que foi provada pela espera, desafiada pelo ciúme e a dúvida, mas foi mãe de nações. Hoje, Deus nos levará à uma viagem romântica e poderosa que uniu dois corações em um projeto celestial.

Gênesis 24 ISAQUE E REBECA

“”Ao redor da cidade onde Naor, irmão de Abrão viveu e morreu, havia uma fonte de água doce. Abundante e confiável, o poço abastecia tanto a cidade quanto os viajantes que por ali passavam, caravanas transportando preciosos bens para leste e oeste.

Para tirar água do poço, a mulher era obrigada a descer degraus de pedra irregular, ajoelhar-se e mergulhar a jarra na água corrente, erguendo o vaso cheio ao ombro para subir novamente os degraus.

Logicamente, animais de carga não podiam descer até lá e assim a água era levada para cima nas jarras e despejada em cochos de pedra talhados ao nível do chão, formando bebedouros para os amimais.

Rebeca conhecia bem o poço e a rotina. Diariamente, ao cair da tarde ia com um grupo de amigas tirar água para suas famílias – Mulheres jovens e cheias de vida, jarras nos ombros, soltando gargalhadas em conversas descontraídas. Enquanto Rebeca caminhava mais silenciosamente que as outras. De alguma forma era como se ela se destacasse.”” ( A bíblia romanceada – O Livro de Deus)

Abraão já era velho, de idade bem avançada, e o Senhor em tudo o tinha abençoado.

Disse ele ao servo mais velho de sua casa, que era o responsável por tudo quanto tinha:

– “Ponha a mão debaixo da minha coxa e jure pelo Senhor, o Deus dos céus e o Deus da terra, que não buscará mulher para meu filho entre as filhas dos cananeus, no meio dos quais estou vivendo, mas irá à minha terra e buscará entre os meus parentes uma mulher para meu filho Isaque”.

O servo lhe perguntou:

– “E se a mulher não quiser vir comigo a esta terra? Devo então levar teu filho de volta à terra de onde vieste?”

“Cuidado!”, disse Abraão, “Não deixe o meu filho voltar para lá.
“O Senhor, o Deus dos céus, que me tirou da casa de meu pai e de minha terra natal e que me prometeu sob juramento que à minha descendência daria esta terra, enviará o seu anjo adiante de você para que de lá traga uma mulher para meu filho.

Se a mulher não quiser vir, você estará livre do juramento.

Mas não leve o meu filho de volta para lá.”

Então o servo pôs a mão debaixo da coxa de Abraão, seu senhor, e jurou cumprir aquela palavra.

O servo partiu, com dez camelos do seu senhor, levando também do que o seu senhor tinha de melhor.

Partiu para a Mesopotâmia, em direção à cidade onde Naor tinha morado.

Ao cair da tarde, quando as mulheres costumam sair para buscar água, ele fez os camelos se ajoelharem junto ao poço que ficava fora da cidade.

Então orou:

– “ Senhor, Deus do meu senhor Abraão, dá-me neste dia bom êxito e seja bondoso com o meu senhor Abraão.

Como vês, estou aqui ao lado desta fonte, e as jovens do povo desta cidade estão vindo para tirar água.

Concede que a jovem a quem eu disser:

“” – Por favor, incline o seu cântaro e dê-me de beber, e ela me responder:
“” – Bebe! Também darei água aos seus camelos.”” , seja essa a que escolheste para teu servo Isaque.

Saberei assim que foste bondoso com o meu senhor”.

Antes que ele terminasse de orar, surgiu Rebeca, filha de Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, trazendo no ombro o seu cântaro.

A jovem era muito bonita e virgem.
Rebeca desceu à fonte, encheu seu cântaro e voltou.

O servo apressou-se ao encontro dela e disse:

“” – Por favor, dê-me um pouco de água do seu cântaro”.

“ – Beba, meu senhor”, disse ela, e tirou rapidamente dos ombros o cântaro e o serviu. Depois que lhe deu de beber, disse:
“” – Tirarei água também para os seus camelos até saciá-los”.

Assim ela esvaziou depressa seu cântaro no bebedouro e correu de volta ao poço para tirar mais água para todos os camelos.

Sem dizer nada, o homem a observava atentamente para saber se o Senhor tinha ou não coroado de êxito a sua missão.

Quando os camelos acabaram de beber, o homem deu à jovem um pendente de ouro de seis gramas e duas pulseiras de ouro de cento e vinte gramas, e perguntou:

“” – De quem você é filha? Diga-me, por favor, se há lugar na casa de seu pai para eu e meus companheiros passarmos a noite”.

“” – Sou filha de Betuel, o filho que Milca deu a Naor”, respondeu ela. E acrescentou: “ – Temos bastante palha e forragem, e também temos lugar para vocês passarem a noite”.

Então o homem curvou-se em adoração ao Senhor, dizendo:

“ – Bendito seja o Senhor, o Deus do meu senhor Abraão, que não retirou sua bondade e sua fidelidade do meu senhor.

Quanto a mim, o Senhor me conduziu na jornada até a casa dos parentes do meu senhor”.

A jovem correu para casa e contou tudo à família de sua mãe.

Rebeca tinha um irmão chamado Labão. Ele saiu apressado à fonte para conhecer o homem, pois tinha visto o pendente e as pulseiras no braço de sua irmã, e ouvira Rebeca contar o que o homem lhe dissera. Saiu, pois, e foi encontrá-lo parado junto à fonte, ao lado dos camelos. E disse: “Venha, bendito do Senhor ! Por que ficar aí fora? Já arrumei a casa e um lugar para os camelos”.

Assim o homem dirigiu-se à casa, e os camelos foram descarregados. Deram palha e forragem aos camelos, e água ao homem e aos que estavam com ele para lavarem os pés.

Depois lhe trouxeram comida, mas ele disse: “Não comerei enquanto não disser o que tenho para dizer”.

Disse Labão: “Então fale”. E ele disse: “Sou servo de Abraão.
O Senhor o abençoou muito, e ele se tornou muito rico.
Deu-lhe ovelhas e bois, prata e ouro, servos e servas, camelos e jumentos.
Sara, mulher do meu senhor, na velhice lhe deu um filho, que é o herdeiro de tudo o que Abraão possui.
E meu senhor fez-me jurar, dizendo: ‘Você não buscará mulher para meu filho entre as filhas dos cananeus, em cuja terra estou vivendo, mas irá à família de meu pai, ao meu próprio clã, buscar uma mulher para meu filho’.

“Então perguntei a meu senhor: E se a mulher não quiser me acompanhar? “Ele respondeu: ‘O Senhor, a quem tenho servido, enviará seu anjo com você e coroará de êxito a sua missão, para que você traga para meu filho uma mulher do meu próprio clã, da família de meu pai. Quando chegar aos meus parentes, você estará livre do juramento se eles se recusarem a entregá-la a você. Só então você estará livre do juramento’.

…. Então o servo do Abraão contou tudo que aconteceu junto ao poço … e disse:

“” – Agora, se quiserem mostrar fidelidade e bondade a meu senhor, digam-me; e, se não quiserem, digam-me também, para que eu decida o que fazer”.

Labão e Betuel responderam: “Isso vem do Senhor; nada lhe podemos dizer, nem a favor, nem contra. Aqui está Rebeca; leve-a com você e que ela se torne a mulher do filho do seu senhor, como disse o Senhor ”.

Quando o servo de Abraão ouviu o que disseram, curvou-se até o chão diante do Senhor. Então o servo deu joias de ouro e de prata e vestidos a Rebeca; deu também presentes valiosos ao irmão dela e à sua mãe. Depois ele e os homens que o acompanhavam comeram, beberam e ali passaram a noite.

Ao se levantarem na manhã seguinte, ele disse: “Deixem-me voltar ao meu senhor”.

Mas o irmão e a mãe dela responderam: “Deixe a jovem ficar mais uns dez dias conosco; então você poderá partir”.

Mas ele disse: “Não me detenham, agora que o Senhor coroou de êxito a minha missão. Vamos despedir-nos, e voltarei ao meu senhor”.

Então lhe disseram: “Vamos chamar a jovem e ver o que ela diz”.

Chamaram Rebeca e lhe perguntaram: “Você quer ir com este homem?”

“ – Sim, quero”, respondeu ela.

Despediram-se, pois, de sua irmã Rebeca, de sua ama, do servo de Abraão e dos que o acompanhavam.

E abençoaram Rebeca, dizendo-lhe:

“ – Que você cresça, nossa irmã, até ser milhares de milhares; e que a sua descendência conquiste as cidades dos seus inimigos”.

Então Rebeca e suas servas se aprontaram, montaram seus camelos e partiram com o homem.

E assim o servo partiu levando Rebeca. Isaque tinha voltado de Beer-Laai-Roi, pois habitava no Neguebe.

Certa tarde, saiu ao campo para meditar. Ao erguer os olhos, viu que se aproximavam camelos. Rebeca também ergueu os olhos e viu Isaque.

Ela desceu do camelo e perguntou ao servo:

“ – Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro?”

“ – É meu senhor”, respondeu o servo.

Então ela se cobriu com o véu. Depois o servo contou a Isaque tudo o que havia feito.

Isaque levou Rebeca para a tenda de sua mãe, Sara; fez dela sua mulher, e a amou; assim Isaque foi consolado após a morte de sua mãe.

(Gênesis 24:1-67)

Se você é mulher, entre suspiros Deus falou ao seu coração hoje, se você é homem, sem suspiros e tanto romantismo Deus também pode ter falado com você.

De qualquer maneira não podemos negar: Esta história é linda!

REBECA ESTAVA NO LUGAR CERTO, NA HORA CERTA, E COM O CORAÇÃO E A MOTIVAÇÃO CERTOS!

Ela não precisava ter servido aquele estranho, nem mesmo dado de beber a todos os seus camelos. Ela não imaginava quem estava a sua frente. Mas certamente já havia pedido a Deus que preparasse um homem segundo Seu coração para ama-la.

DEUS OUVE A ORAÇÃO DAQUELES QUE ESPERAM NELE E AGE PODEROSAMENTE EM SEU FAVOR.

Isaque poderia ter se casado com qualquer mulher que quisesse.
Mas Seu Pai desejou para ele uma mulher que pertencesse a Deus e fosse abençoa-lo em sua jornada. Cumprindo ao seu lado cada um dos seus planos.

Vejo o cuidado de Pai no coração de Abraão que pensava em cada detalhe. Vejo o temor deste servo tão dedicado a liderança que estava sobre ele. E vejo o coração dessa moça tão generoso e simples. Sendo encontrado por um homem que a honrou, protegeu e amou de todo o coração.

DEUS TAMBÉM ESCREVE HISTÓRIAS DE AMOR.

E esse Deus de Isaque e Rebeca é o mesmo Deus que hoje está pronto a cuidar de nossas famílias e nossos sonhos.
Providenciando TUDO que nos é preciso!

Louvado seja Deus! Sejamos puros diante dele e tenhamos fé o suficiente para usufruir de tudo que ele deliberadamente já preparou para nós.

Oremos a Ele: Pai!!! Como o Senhor é um roteirista primoroso e rico em detalhes! Que cuida do seu povo com tanto amor e proteção. Ensina-nos a depender de ti em nossas decisões.
Ensina-nos a ouvir sua voz!
Ensina-nos a ser SUBMISSOS a sua vontade. Para que nossas vidas não sejam cheias de consequências de más escolhas e aflições mais pesadas do que podemos suportar.

Hoje te peço um coração OBEDIENTE!! ISSO EU TE PEÇO!

Em nome de Jesus,

Amém!!

Durmam bem queridos!!!

deixe seu comentário e dê um abraço carinhoso em sua família antes de dormir!!!

Deus abençoe vocês!!!

Pastora Bianca Toledo